domingo, 30 de junho de 2013

O Estrangulador de Rillington Place (10 Rillington Place) - 1971

Sinopse: A história real de John Christie (Richard Attenborough), síndico de um condomínio na Londres da década de 1950 e um dos maiores serial killers de todos os tempos. É também a história de Tim Evans (John Hurt), marido de uma das vítimas, que se torna o único suspeito da onda de assassinatos.

Direção: Richard Fleischer

Elenco: Richard Attenborough
John Hurt
Judy Geeson
Pat Heywood  









Download:

Arquivo com o torrent do filme (700 Mb, AVI) e legendas em Português - BR:

Comentário:

     "O Estrangulador de Rillington Place" representa o ponto culminante na obsessão de Richard Fleischer pela temática do serial killer, evidenciado em filmes como "O Estrangulador Misterioso", de 1949, "Estranha Compulsão", de 1959 e "O Homem Que Odiava as Mulheres", de 1968. O grau de sofisticação atingido aqui, contudo, pode ser justamente o seu maior defeito e o elemento que o condenou ao ostracismo.
    A exemplo de seu predecessor de 1968, a recriação minuciosa dos fatos tal qual ocorreram atinge níveis que beiram a doença mental. Cenários, aspecto físico dos personagens, o que eles comiam no café da manhã, tudo é dissecado pelo bem do realismo. O problema é que o foco humano acaba sendo deixado de lado, e para o espectador, o frio e a umidade das periferias industriais londrinas onde a história se passa são quase palpáveis - não há senso de humor e é impossível sentir empatia por qualquer um dos personagens. Todos, de assassino à vítima, são ignorantes, repulsivos e deformados pela vida na pobreza do pós-guerra na Europa. Talvez o legado que Fleischer tenha tentado deixar é o de que esse assunto não tem a menor graça. Por essas e outras, em especial graças aos desdobramentos inacreditáveis do enredo, este é um pequeno filme notável.

segunda-feira, 18 de março de 2013

Cidade do Vício (The Phenix City Story) - 1955

Sinopse: A população da cidade norte-americana de Phenix, dominada por organizações criminosas, resolve fazer justiça com as próprias mãos e começa uma guerra sangrenta contra a marginália. Baseado em uma história real.

Direção: Phil Karlson.

Elenco: John McIntire
Richard Kiley
Kathryn Grant
Edward Andrews








Download:

Torrent com o filme (1,36 GB, AVI) e legendas em Português - BR inclusas:
Link Magnético

Links alternativos:
Pirate Bay
Isohunt

Comentário:

     “Cidade do Vício” é o típico exemplo de como filmes baratos e considerados como lixo pelos teóricos sérios podem guardar em si elementos visionários. Feito de forma independente, o longa é um verdadeiro festival de atrocidades que serviria de inspiração para gerações por vir, desde Scorsese (cuja fundação restaurou a obra), até Tarantino.
     Filho bastardo do cinema noir, “Cidade do Vício” é inovador não só na violência gráfica, que ainda hoje perturba, como também em suas influências do neo-realismo italiano. O filme adota um estilo documental radical, com direito à “câmera na mão”, filmagens em locações reais e contando, inclusive, com um elenco formado por cidadãos da cidade de Phenix interpretando a si mesmos. Apesar do ritmo datado, “Cidade do Vício” permanece como um dos pilares fundadores do cinema contemporâneo e você estará fazendo um favor a si mesmo assistindo-o.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

The American Astronaut - 2001

Sinopse: As aventuras de um comerciante interplanetário em homérica viagem por um sistema solar remoto, com a finalidade de fornecer à população feminina de Vênus um representante masculino adequado. Enquanto isso, sem saber, ele é perseguido pelo sangue-frio Professor Hess, uma enigmática figura de seu passado.

Direção: Cory McAbee

Elenco: Cory McAbee
Greg Russell Cook
James Ransone
Rocco Sisto
Tom Aldredge





 Download

TORRENT

LEGENDA


Comentário: Cinema deixou de ser algo simplesmente subjetivo há muito tempo. Não basta que simpatizemos com um filme do ponto de vista emocional, é necessário  também que ele seja melhor que a maioria que já vimos anteriormente, e semelhante a outros que admiramos . Portanto, quando assistimos a algo como The American Astronaut, é comum termos dificuldade em formar uma opinião, o que torna difícil a tarefa de desenvolver um simples comentário, mesmo que para um blog desqualificado e miserável como esse.
Mas, como sempre há alguém à espreita disposto a considerar qualquer opinião... digamos apenas que, se o tal astronauta americano pousasse na terra, possivelmente seria recebido por Tim Curry e Richard O'Brien. Não que The American Astronaut tenha as viadage de Rocky Horror (antes que nossos leitores, machos, sintam-se ofendidos pela postagem); pelo contrário, é quase uma versão “hétero” e depressiva do mesmo; a comparação se refere ao fato de ser igualmente criativo, imprevisível e agradavelmente excêntrico.
O orçamento,  próximo da inexistência, ressalta um aspecto rústico completamente oportuno à produção, e se os números musicais não são lá muito empolgantes, chamam a atenção por serem representados de forma inesperada.
Cinema fantástico de dar orgulho do ser humano, o tipo de coisa que não parece ter sido concebida após um processo criativo (mesmo que este provavelmente sob efeitos de drogas), parece simplesmente existir.


segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

O Açougueiro (Le Boucher) - 1970

Sinopse: Diretora de uma escola em uma cidadezinha no interior da França começa um relacionamento amoroso com o açougueiro local, recém saído de uma carreira de quinze anos no exército. Paralelamente, uma série de assassinatos brutais começam a ocorrer na região.

Direção: Claude Chabrol

Elenco: Stéphane Audran
Jean Yanne
Antonio Passalia
Pascal Ferone







Download:

Arquivo com o torrent do filme (2 partes, 700 Mb cada, avi) e legendas em Português - BR:
http://rapidshare.com/files/3470866227/oa1970-Torr-LegPTBR.rar

Link alternativo:
http://www.4shared.com/rar/-6zsL1-M/oa1970-Torr-LegPTBR.html

Comentário:

     Claude Chabrol, morto em 2010, foi um dos fundadores da nouvelle vague, o movimento de vanguarda cinematográfico francês que mudou os rumos do cinema para sempre. Não obstante, seu nome acabou ofuscado e diminuído para os futuros cinéfilos devido à grandeza de seus pares, François Truffaut e Jean-Luc Godard. Mas assim foi Chabrol e seu cinema, marcado por obras simples e despretensiosas, até de certa forma humildes, que nunca pretenderam demolir os alicerces da arte cinematográfica, como inicialmente planejou Truffaut, e como Godard tenta fazer até os dias atuais.
       Assim, "O Açougueiro", um de seus melhores filmes, se apresenta como um trhiller bastante incomum. Com uma direção calma e despreocupada, Chabrol vai lentamente apresentando seus personagens principais e o desenvolvimento gradual de seu relacionamento. Enquanto isso, os assassinatos que ocorrem nas redondezas, a princípio apresentados na forma de conversas casuais e secundárias da população local, vão crescendo em termos de importâcia de forma naturalista, até atingirem proporões intoleráveis. A violência gráfica, quase inexistente, aparece apenas quando as circunstâncias tornam impossível oculta-la, e mesmo assim sempre de forma sutil, e por isso mesmo, mais perturbadora. "O Açougueiro" é um filme fascinante de um diretor que, vítima de seu tempo, foi condenando a ocupar um papel secundário na história do cinema.

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

O Ritual dos Sádicos - 1970

AKA: O Despertar da Besta

 

Sinopse: Como parte de um experimento, psiquiatra leva quatro voluntários para assistir a um filme do personagem Zé do Caixão e após isso os droga com LSD para estudar os efeitos do personagem em seus subconscientes. Os delírios dos voluntários, porém, começam a fugir do contole.

Direção: José Mojica Marins 

Elenco: José Mojica Marins
Mário Lima
Carlos Reichenbach
Andreia Bryan





Download:

Arquivo com o Torrent do filme (700 Mb):
Link Magnético

Links alternativos:
Rapidshare 
4shared

OU

Link para o download direto do filme (7 partes, 700 Mb):

Parte 1
Parte 2
Parte 3
Parte 4
Parte 5
Parte 6
Parte 7


Comentário: 


O Ritual dos Sádicos” é um filme bizarro e impossível de ser classificado. O último grande filme de José Mojica Marins é um estudo metalingüístico sem precedentes, e é tão complexo e intelectualmente refinado em seu propósito que é quase impossível entender exatamente o que Mojica quis dizer com ele. Além disso, o filme guarda em si qualidades experimentais tão chocantes que, se tivesse sido feito na Europa, por exemplo, com certeza seria influência para gerações e gerações de cineastas por vir. Mas foi azar de Mojica ter nascido brasileiro, e nunca saberemos exatamente o impacto que a obra poderia ter tido na formação cultural do Brasil dos anos 70: apesar de sempre ter tido problemas com a censura, “O Ritual dos Sádicos” detém a façanha de ser o único filme de Mojica (e um dos únicos filmes brasileiros do período) a ser sumariamente proibido pela ditadura militar, vindo a público apenas no período de abertura, no início dos anos 80 (com o título de "O Despertar da Besta").